Inscreva-se no Feed do Pensar Eco e receba os posts por email!

www.pensareco.com

sábado, 29 de agosto de 2009

Julho de 2009 foi o mês mais quente para os oceanos desde 1879.

A constatação é do Centro Nacional de Dados Climáticos dos Estados Unidos. A entidade informou que a temperatura média da água nesse período foi de 17ºC, ou seja, 0,6ºC a mais em comparação com os 16,4º médios registrados ao longo do século 20. Segundo o órgão norte-americano, a tendência é a de um aumento ainda mais significativo. O recorde supera o de julho de 1998 – ano com a maior incidência de calor em toda a história.

Dois fatores explicam a anomalia: o início do fenômeno El Niño no Pacífico e o aquecimento global, além de uma série de variações aleatórias. A maior elevação de temperatura foi no Ártico, que chegou a ficar até 5,5ºC acima da média, o que pode, segundo a entidade, acelerar o processo de degelo na região. Já nos trópicos, a água mais quente poderá servir de combustível para a formação de furacões.

Temperaturas altas no mar representam um sinal mais grave de mudança climática do que as do ar, já que o oceano responde mais devagar ao efeito estufa, alertou o Centro Nacional de Dados Climáticos. A Agência Nacional e Atmosférica dos Estados Unidos (Noaa, na sigla em inglês) adiantou que o El Niño poderá causar alterações na quantidade de chuva em partes das Américas, África e Ásia até os primeiros meses de 2010.

Fonte: EcoD

Um comentário:

  1. É muito bom acompanhar este Blog.
    Parabéns.
    Abs.
    naturezaepaz@hotmail.com

    ResponderExcluir

Pensar Eco agradece sua visita!
Comente, sugira, critique, enfim, participe!!! Isso é muito importante!
Abs,
Érica Sena
Pensar Eco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...