Inscreva-se no Feed do Pensar Eco e receba os posts por email!

www.pensareco.com

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

As melhores empresas para o clima!! Pesquisa da Revista Época e PriceWaterhouseCoopers,



O Prêmio Época de Mudanças Climáticas aponta as empresas brasileiras que mais se destacaram neste ano. Seguindo uma metodologia desenvolvida em parceria com a empresa de auditoria PriceWaterhouseCoopers, elegemos a CNEC Engenharia para o Prêmio de Melhor Inventário, pelo acompanhamento de suas emissões de poluentes. E a ArcelorMittal com o Prêmio de Melhor Estratégia, pelo método adotado para reduzi-las. Também destacamos, nas páginas seguintes, as 21 empresas com melhores trabalhos em relação ao clima. Elas estão conseguindo aliar a preocupação com o futuro climático do mundo com os resultados financeiros, que garantem sua sustentabilidade. O exemplo dessas companhias é especialmente relevante agora, a dois meses da Conferência das Nações Unidas em Copenhague, onde os 192 principais países do mundo tentarão um acordo para reduzir a crise climática. As empresas premiadas provam como isso é possível – e até vantajoso. Pensando no próprio negócio, elas estão dando a melhor contribuição para nosso bem-estar no planeta.
 Nem o abalo financeiro dos últimos meses derrubou o aquecimento global da lista de prioridades das empresas. Esse era um temor quando a crise econômica começou a ganhar tamanho, no fim do ano passado. Diante da necessidade de cortar custos e segurar gastos adiáveis, alguns analistas imaginaram que as empresas deixariam a crise climática para depois. A resposta das empresas brasileiras – pelo menos de um seleto grupo delas – parece ser o contrário. Os resultados do Prêmio Época de Mudanças Climáticas mostram que as companhias com as melhores estratégias ambientais aproveitaram o período entre 2008 e 2009 para aumentar o investimento em medir e reduzir suas emissões, responsáveis pela alteração nas temperaturas da Terra. Entre as 95 empresas que acessaram nosso questionário, 88% disseram que investem ou têm planos para investir em produtos e serviços para minimizar os efeitos das mudanças climáticas. A mesma proporção afirma considerar os riscos e as oportunidades do aquecimento global na hora de fazer o planejamento estratégico. Além disso, do ano passado para cá, o volume de recursos dedicado às mudanças climáticas cresceu de 8,8% para 11,8% do total de investimentos da empresa.

 Resumindo:
Foram convidadas as 400 maiores empresas, 25 maiores bancos e participaram voluntarioamente a SABESP e a Polícia Federal. Apenas 95 organizações acessaram o questionário e participaram e concorreram ao prêmio, mas só 27 chegaram ao final do preocesso , já que a participação só ocorreu com a apresentação do INVENTÁRIO e o PLANO DE AÇÕES estruturados.



 Lista em ordem alfabética das 21 empresas premiadas:
AES Tietê
AMBEV
Banco do Brasil
Bradesco
BSH Continental
EDP
Honda
Itambé
PItaú Unibanco
Moto Honda
Multipark
Natura
Polícia Federal
Sabesp
Souza Cruz
Suzano
Sygenta
Telefônica
Unimed do Brasil
Vale
Votorantin

Alexandre Mansur e Isis Nóbile Diniz
Fonte: Revista Época, 5 de out e
http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/1,,EMI96617-15228,00.html

2 comentários:

  1. oi, gostei do seu comentário, bjs

    ResponderExcluir
  2. Que legal que grandes empresas estão se tornando mais verdes.

    Excelente!

    Fiz um pré post Blog Action Day rs... pq o tema é diferente do proposto pelo site
    http://mauj77.blogspot.com/2009/10/golfinhos-ecologia-taiji-documentario_14.html

    Coisa revoltante.

    ResponderExcluir

Pensar Eco agradece sua visita!
Comente, sugira, critique, enfim, participe!!! Isso é muito importante!
Abs,
Érica Sena
Pensar Eco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...