Inscreva-se no Feed do Pensar Eco e receba os posts por email!

www.pensareco.com

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Macacos-prego fazem “charme” para câmera em reserva natural em Goiás


Imagens captadas por câmeras de monitoramento instaladas em pontos estratégicos da Reserva Natural Serra do Tombador, no Nordeste de Goiás, a cerca de 420 quilômetros de Brasília, apontaram a presença de macacos-prego (Cebus apella) na região.

A espécie, primata da família Cebidae, passa a maior parte do tempo no topo das árvores, onde, inclusive, se alimenta de frutos e sementes nativas da floresta. Normalmente só desce ao chão para beber água. Os macacos vivem em bandos compostos por até 30 indivíduos, como pode ser visto no vídeo, e se comunicam através de assobios, gritos e chiados, entre outros tipos de sons. Também são muito colaborativos entre si.


Esse registro reforça outra característica importante da espécie, a curiosidade. Ela pode ser vista no momento em que os indivíduos da espécie percebem a presença da câmera. Os macacos-prego também são conhecidos pela sua inteligência e habilidade desenvolvidas, como o hábito de usar pedras como ferramentas para quebrar cascas de frutas mais rígidas, por exemplo”, afirma Marion Bartolamei, coordenadora de Áreas Protegidas da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, instituição sem fins lucrativos que mantém a Reserva Natural Serra do Tombador.

video

Sobre a Fundação Grupo Boticário: a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza é uma organização sem fins lucrativos cuja missão é promover e realizar ações de conservação da natureza. Criada em 1990 por iniciativa do fundador de O Boticário, Miguel Krigsner, a atuação da Fundação Grupo Boticário é nacional e suas ações incluem proteção de áreas naturais, apoio a projetos de outras instituições e disseminação de conhecimento. Desde a sua criação, a Fundação Grupo Boticário já apoiou 1.486 projetos de 492 instituições em todo o Brasil. A instituição mantém duas reservas naturais, a Reserva Natural Salto Morato, na Mata Atlântica; e a Reserva Natural Serra do Tombador, no Cerrado, os dois biomas mais ameaçados do país. Outra iniciativa é um projeto pioneiro de pagamento por serviços ambientais em regiões de manancial, o Oásis. 

<---conte da="" do="" postagem---="" sua="">

Fonte: Pg1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pensar Eco agradece sua visita!
Comente, sugira, critique, enfim, participe!!! Isso é muito importante!
Abs,
Érica Sena
Pensar Eco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...